Manter o condomínio seguro para moradores e funcionários é uma preocupação constante. Até porque a violência e insegurança nas cidades têm aumentado e a população se preocupa cada vez mais em buscar alternativas para obter o máximo de segurança possível.

Mesmo com a sensação de estar mais seguros e longe dos perigos, devido à maior privacidade, é importante garantir a integridade do condomínio e de seus moradores. Por isso é fundamental investir em segurança no condomínio e adotar medidas preventivas para evitar situações de risco no dia a dia.

Confira neste artigo dicas infalíveis para garantir a segurança dos moradores e funcionários do condomínio!

Invista em tecnologia de segurança eletrônica

Use a tecnologia a seu favor, ou melhor, a favor da segurança no condomínio.

Câmeras 24 horas, sensores de movimento, sistemas de alarmes e atendimento integrados são ótimas opções para facilitar e otimizar os trabalhos de porteiros e vigilantes. Além disso, sistemas de segurança modernos também favorecem a imagem do condomínio, agregando valor para a venda ou aluguel de apartamentos.

Invista em profissionais qualificados

De nada adiantará comprar os melhores sistemas de segurança se sua equipe não possuir os conhecimentos necessários para operá-los. Quando for contratar novos prestadores de serviços, lembre-se de avaliar as referências, habilitações e não somente o currículo.

Os candidatos às vagas de zelador e porteiro devem comprovar atualizações na respectiva área.

Leia também: Como contratar funcionários para o condomínio?

Tenha controle da entrada de pessoas

Faca uso de um sistema de controle de entrada e saída de pessoas. Afinal, a entrada descontrolada de pessoas no condomínio pode facilitar a entrada de pessoas mal-intencionadas e criminosos.

O uso de tags eletrônicas facilitam a identificação de moradores que podem autorizar a entrada de visitantes e hóspedes. Para prestadores de serviços é necessário treinar e qualificar porteiros para que exista uma regra rígida. A maneira mais comum é realizar um cadastro, com RG e CPF do profissional, nome e CNPJ da empresa e alguns outros dados que garantam a idoneidade.

Guaritas são pontos-chave na segurança no condomínio

É uma versão de uma torre de segurança, nela o funcionário da portaria deve ter visão ampla da parte externa do condomínio e espaço para vigiar e agir. Elas devem estar ocupadas por um porteiro e um segurança, passando a informação de que o condomínio está devidamente guardado.

Terceirize os serviços

Uma boa opção é terceirizar os serviços de segurança para uma empresa especializada. Essa medida reduz os custos e encargos e aumenta a eficiência dos serviços prestados. Afinal, os profissionais destas empresas fazem cursos periodicamente e estão melhor atualizados que a maioria, sabendo como agir em casos emergenciais.

Descuidos que não podem acontecer

A portaria nunca deve ficar desocupada, isso mostra que o condomínio está vulnerável. Outro erro fatal é deixar o portão da garagem aberto, assim como manter na portaria equipamentos que tirem a atenção do profissional, como televisores, rádio entre outros.

Gostou das nossas dicas? Continue acompanhando o blog do CondoBrasil para ficar por dentro de todas as novidades e inovações referentes às rotinas de um condomínio