Você sabia que o acúmulo de dívidas pode levar o condomínio a falência? Vale lembrar que um condomínio vive do rateio de despesas entre moradores, desde a divisão de contas de luz e água nas áreas comuns até o pagamento de manutenções gerais e despesa de funcionários.

Quando a inadimplência está muito grande é difícil se manter no azul, não é mesmo? Por isso, há fornecedores que recorrem à justiça e acabam levando bens do próprio condomínio para sanar dívidas, como: ar-condicionado, elevador, mobílias, entre outros. 

Outra solução judicial é a penhora de dinheiro na própria conta do condomínio, seja conta corrente ou poupança. Neste texto separamos algumas soluções para te ajudar a trazer novamente o equilíbrio das contas do seu condomínio:

É necessário enxergar o olho do furacão

Dê transparência aos gastos dando acesso aos moradores de documentos de despesas, pagamentos efetuados, ajudando no entendimento de como o dinheiro está sendo gasto. 

Com o software CondoBrasil é possível customizar o livro de contas digitais com todos esses elementos, trazendo mais clareza dos itens que fazem parte das despesas condominiais. 

Corte pela raiz gastos desnecessários

Faça uma análise de cortes de gastos, desde as luzes do condomínio que podem ser apagadas em determinados horários, até evitar que funcionários façam horas extras, estudando inclusive a terceirização dos mesmos.

Dívidas: quebre essa bola de neve

A inadimplência dos condôminos é um dos maiores vilões da saúde condominial, portanto, é importante que após um mês de pendência o morador seja acionado a pagar, com a cobranças de juros caso necessário.

Terceirize a dívida

No mercado existem garantidoras de créditos, onde a empresa compra o faturamento do condomínio fazendo com que o condômino não deva diretamente ao condomínio. 

Com a CondoBrasil é possível fazer essa ponte entre administradoras e garantidoras, produzindo relatórios inteligentes por meio do nosso software, agilizando todos esses procedimentos diários.