Toda reforma em condomínio, mesmo pequena, demanda grande esforço! 

São necessários o levantamento de documentos, orçamentos e pesquisas. Além da parte burocrática, também é preciso lidar com o barulho e a bagunça

Para tornar essa tarefa mais fácil e menos estressante, existem normas que estabelecem como você deve agir para que sua reforma ocorra de maneira mais tranquila e segura.

reforma condomínio

Entenda mais sobre elas a seguir:

Norma ABNT 16.280

A Norma ABNT 16.280 de 2014, trata de reformas em unidades condominiais e também nas áreas comuns de edificações brasileiras. Ela estabelece que toda e qualquer modificação na estrutura física do espaço deve ser notificada e verificada pelo administrador.

Para alterações no apartamento, o morador/proprietário deve avisar o síndico, apresentando junto um conjunto de documentos: o plano de reforma, uma ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) ou RRT (Registro de Responsabilidade Técnica), assinados, respectivamente, por um engenheiro ou arquiteto que deverá acompanhar a obra antes do início da mesma. 

Está documentação resguarda que, se algo der errado ou prejudicar a estrutura, quem irá responder legalmente serão os responsáveis técnicos pela obra (engenheiros e arquitetos). 

Mas e se a obra for do próprio síndico? 

Se o síndico estiver fazendo uma alteração estrutural no seu apartamento, deve ser realizada uma assembleia para decidir quem ou quais pessoas serão responsáveis por acompanhar a obra. 

Nessa situação, o síndico tem a responsabilidade de entregar a documentação.

Mas e se a reforma for no condomínio?

Reformas ou modificações no condomínio devem ser apresentadas e aprovadas em assembleia, nesta, é decidido quem irá executar a obra, as formas de pagamentos e as formas de cobrança.

Neste caso, mais uma vez, é o síndico irá providenciar a documentação.

Recomenda-se que o condomínio tenha um arquiteto ou engenheiro, para que, sempre que apresentarem a intenção de reforma, ele possa avaliar o impacto das modificações na estrutura do prédio. A escolha desse profissional deverá ser solicitada e aprovada em assembleia.

reforma condomínio

Sou síndico e não fui comunicado da reforma, o que posso fazer?

Se você não foi comunicado e nem recebeu os documentos referente a reforma, é necessário, primeiramente, notificar ao morador/proprietário sobre o descomprimento da norma e solicitar formalmente os documentos protocolados. 

Se ainda houver insistência de continuar a obra sem comprimento da norma, você síndico pode:

  • Pedir o embargo da obra na prefeitura;
  • Fazer um B.O. relatando o ocorrido; 
  • Entrar com uma ação na Justiça, com um pedido de paralisação da obra. 

Outra maneira, é impedir a entrada de materiais e funcionários técnicos da obra no condomínio.

Mudanças na norma ABNT

A norma ABNT após a atualização diminuiu a responsabilidade do síndico como aprovador da obra, mas ainda mantém como dever a segurança da edificação, como está preconizado no art. 1348, v, do Código Civil, que proíbe a realização de obras que coloquem em risco a segurança da edificação.

Você pode ver mais dicas sobre o universo de condomínios nos links abaixo, ou se inscrever na nossa newsletter para ficar por dentro das novidades!

Leia também:

Como realizar reformas com segurança no seu condomínio?

Reforma de apartamento: qual a responsabilidade do síndico?